YouTube testa reações com emojis no momento em que você quiser do vídeo

Fotos: Reprodução/Internet


O YouTube também quer um retorno por parte do seu público, mais do que um apenas um comentário ou uma curtida nos vídeos. Pensando nisso, o Youtube vem testando reações de emojis para um pequeno grupo de usuários e assim, eles podem lançar um emoji em um momento específico do conteúdo.

Além disso, as pessoas podem ter uma ideia de como os outros reagiram ao longo do vídeo. A nova ferramenta terá um painel de reação na seção de comentários que exibirá reações emoji por momento.




Se você estiver assistindo a um vídeo que faz parte deste experimento, poderá reagir e ver as reações da multidão abrindo a seção de comentários do vídeo e tocando no painel de reação. O teste também mostrará a quais momentos os outros espectadores estão reagindo (que serão anonimizados, não mostraremos quem enviou cada reação). Estamos testando vários conjuntos de reações e adicionaremos ou removeremos reações com base em como o experimento for!”, disse o YouTube.

O Google experimenta novos recursos no YouTube com frequência e isso não quer dizer que se tornem permanentes. Tanto que a plataforma testou permitir que os usuários marquem seus comentários a pontos específicos em um vídeo e também ocultem.

Com isso, o YouTube está testando reações de emoji em um pequeno número de canais para começar e depois, expandirá dependendo de como for a recepção. Os usuários poderão contar com uma grande variedade de reações emojis à sua disposição, como rosto com lágrimas de alegria, um coração, o rosto chocado, os poppers da festa de comemoração, o sinal “keep it 100”, um ponto de interrogação, a lâmpada de ideia e um gato gritando.

As reações cronometradas ainda estão apenas no seu teste inicial e terão um longo caminho antes de ser implementado em toda a plataforma. Apenas um pequeno número de vídeos suportará essa novidade nas próximas semanas, caso esse período seja positivo, esse recurso deverá ser implementado na rede social.

Postar um comentário

comente esta publicação:

Subir